domingo, 14 de novembro de 2010

Indizível


Ai de mim!
Vez em quando
A sonhar com o teu calor
Ai de mim!
Teatro involuntário
 A esconder vestígios
invisíveis

5 comentários:

  1. Ai de mim! ter esse seu talento...

    ResponderExcluir
  2. Retribuindo a visita... e ai de mim se n a tivesse recebido, n teria conhecido tão agradável cantinho.
    E que prevaleça a poesia!!!

    ResponderExcluir
  3. Belo blog...belos textos...e bela cidade a sua!

    ResponderExcluir